16/03/2012

Adalberto Franklin eleito para o Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão


O Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM) elegeu o jornalista e historiador Adalberto Franklin como seu novo membro efetivo, para ocupar a cadeira 16, patroneada por Frei Francisco de Nossa Senhora dos Prazeres, o autor da Poranduba maranhense. Franklin é o primeiro historiador de Imperatriz a integrar o quadro efetivo do IHGM, entidade fundada em 1925, em São Luís (MA).

A indicação do historiador imperatrizense foi de autoria da própria direção do Instituto, através de Telma Bonifácio e Leopoldo Vaz, respectivamente, presidente e vice-presidente da instituição, candidatura que foi eleita por unanimidade pelos membros do IHGM. A posse deverá ocorrer no mês de junho, no Palácio Cristo Rei, em São Luís, onde está sediada a entidade.

O IHGM – O Instituto de História e Geografia, depois Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM), foi fundado em 20 de novembro de l925 e instalado em 2 de dezembro do mesmo ano, em São Luís (MA). A entidade tem como objetivo estudar, debater e divulgar questões da história e da geografia maranhenses. Tem sido responsável pela publicação de periódicos com importantes documentos sobre a história e a evolução política e social do Maranhão. Foram sócios fundadores do Instiuto, Antônio Lopes da Cunha – seu idealizador e realizador –, Arias de Almeida Cruz, Benedito Barros Vasconcelos, Domingos de Castro Perdigão, José Abranches de Moura, José Domingues da Silva, José Ferreira Gomes, José Pedro Ribeiro, José Ribeiro do Amaral, Justo Jansen Pereira e Wilson da Silva Soares. Tem 60 cadeiras, ocupadas pelos membros efetivos. Entre os membros do IHGM, além de historiadores e geógrafos, estão jornalistas, sociólogos, médicos, cientistas, pesquisadores, educadores e advogados.

PERFIL – Adalberto Franklin é piauiense, tem 49 anos e há 40 reside em Imperatriz. Jornalista, historiador, editor literário e bacharelando em Direito. Coordenou a publicação de mais de 400 títulos de obras literárias. Fundou e dirige a Ética Editora. É membro da Academia Imperatrizense de Letras e da Academia de Letras, História e Ecologia da Região Integrada de Pastos Bons. Tem sete obras publicadas, entre as quais Breve história de Imperatriz e Apontamentos e fontes para a história econômica de Imperatriz, dois dos mais importantes trabalhos sobre a história do sudoeste maranhense.

Fonte: blog do Samul Sousa

Um comentário:

  1. Anônimo10:13

    Parabéns... Adalberto. Você merece!

    ResponderExcluir

Fique à vontade e seja bem vindo ao debate!