25/06/2012

Flávio Dino detalha movimento político pela mudança e critica governo Roseana Sarney

por johncutrim

Em entrevista à Rádio Educadora, o presidente da Embratur fala do projeto político de mudança e destaca incentivo da Embratur ao turismo no MA
“Amamos o Maranhão, respeitamos o Maranhão, mas fazemos oposição aos problemas do nosso estado, frutos de uma política atrasada.” Assim Flávio Dino (PCdoB) resumiu as ideias defendidas pelo PCdoB na proposta de mudança política e administrativa para o Maranhão.
Em entrevista concedida ao Programa Roda Viva na Rádio Educadora AM na manhã desta segunda, o presidente da Embratur destacou as movimentações políticas no interior do Maranhão e em São Luís. As articulações políticas no período de pré-campanha têm tido a participação intensa de Flávio Dino nasconvenções, confirmando a união das siglas de oposição no estado pelo projeto municipal, com vistas à disputa de 2014.
“Temos mais que uma aliança partidária, estamos diante de um movimento político. Edivaldo Holanda Jr. representa ideias novas, com novas práticas administrativas de quem conhece São Luís. Ele foi vereador, deputado federal melhor votado na história da capital e revela capacidade aglutinadora,” analisou.
Flávio garantiu ainda que participará ativamente das eleições municipais no Maranhão. “Tenho obrigações em todo o Brasil, ajudando a presidenta Dilma a governar e preciso estarem muitas cidades. Mas estarei presente, dando força ao projeto de mudança que temos para nosso estado. Um político não pode ser omisso, tem que ter lado, tem que ter ação.”
Muitos ouvintes telefonaram para a Rádio Educadora para relatar problemas de infraestrutura, saúde e segurança em diferentes municípios do Maranhão. Para Flávio, a perpetuação desses e outros problemas acontece pela falta de ação dos gestores em prol da população.
“Não admitimos que nosso Estado fique sempre em último lugar em todos os indicadores de qualidade de vida. Por isso, agradeço a sua indignação. É preciso que nós não aceitemos essa realidade para que ela mude,” respondeu Flávio Dino.
Durante a entrevista, o presidente da Embratur agradeceu o apoio que vem recebendo de todo o Maranhão desde o falecimento de seu filho, Marcelo dino em fevereiro deste ano, causada por erro médico. “Para além da política, está a vida,” disse.
Embratur
No trabalho como presidente da Embratur, Flávio Dino frisou a inserção do Maranhão como um dos destinos turísticos indicados para os turistas estrangeiros. Distante apenas uma hora de Fortaleza (CE) – uma das sedes da Copa do Mundo – São Luís e os Lençois Maranhenses figuram entre os locais que serão apresentados como opção turística no Brasil.
“A Embratur vem apoiando o Maranhão e São Luís no que diz respeito ao turismo internacional, mas é preciso, por lei, que a iniciativa seja das prefeituras e do governo do estado. Já conversamos com o secretário estadual de Turismo, Jura Filho, e outros secretários de turismo do estado no sentido de consolidar os destinos turísticos no estado,” completou.
Flávio Dino ainda informou que no fim de semana passado uma comissão de repórteres europeus veio a São Luís para conferir a cultura popular junina e divulga-la em Portugal e Espanha.
Da Redação Vermelho / Maranhão

Um comentário:

  1. Muito bom o blog,meu amigo que recomendo,ai vir conferir e eu vou recomendar tb,e acompanha..me recomendaro esse site de rastreamento pois eu tava precisando de um rastreador http://rastreamentodecelular.net sera que é bom? rsrsrsrs abraços..parabens pelo blog

    ResponderExcluir

Fique à vontade e seja bem vindo ao debate!