08/08/2011

Educadores denunciam falta de pagamento de contratados

Professores da rede estadual de educação denunciam ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SINPROESEMMA) que o governo do Estado não paga regularmente os valores referentes aos contratos temporários, em condição especial de trabalho, resultando em grave prejuízo aos profissionais de educação e aos alunos.


A condição especial de trabalho consiste na ocupação de vagas na rede de ensino estadual, por professores que já fazem parte da rede e assumem as disciplinas de acordo com suas habilitações, por meio de contrato temporário, com salários em torno de R$ 700,00. O sindicato já recebeu mais de cem denúncias de professores que trabalham nessa condição, tanto na capital como no interior do estado, mas que não estão recebendo o pagamento regularmente, pelos serviços prestados ao Estado

leia mais no site do Simproesemma

Um comentário:

  1. Anônimo08:27

    vasco toma de quatro o costume feio.

    ResponderExcluir

Fique à vontade e seja bem vindo ao debate!