26/03/2011

Conheça o professor craque de Carolina

Nessas idas e vindas à histórica e belíssima Carolina tive o prazer de conhecer, liderando o movimento grevista, o professor José Ésio, geógrafo formado pelo CEUB(Centro de Ensino Unificado de Brasília e especialista em Desenvolvimento Regional e Urbano pela UFT de Araguaína-TO. Até aí tudo normal pra um educador.

Um cara simples, educador consciente, um líder entre os professores. O que me surpreendeu foi descobrir que por trás daquela simplicidade se escondia uma história riquíssima de um ex-craque do futebol brasileiro.

Ésio começou a jogar profissionalmente no Brasiliense no Distrito Federal tendo passado ainda pelo Uberlândia-GO, Rio Branco-ES, Apucana-PR e pelo grande Paraná Clube. Ao todo o meia atacante carolinense atuou por 14 clubes brasileiros em que disputou três Campeonatos Brasileiros da série A e quatro Copas do Brasil. Entre os títulos conquistados estão cinco estaduais em Brasília pelo Gama, um campeonato estadual pelo Paraná e o título maior de campeão brasileiro da série B pelo Gama em 1998.

No auge da carreira, no penúltimo jogo do campeonato brasileiro de 98 contra a Desportiva-ES Ésio quebra uma das pernas e fica de fora do último jogo contra o Londrina em cima de quem o Gama se consagraria campeão brasileiro da série B.
Sendo recebido pelo então governador do Distrito Federal Cristovão Buarque.

Ao lado do craque Edmundo em jogo pela Copa do Brasil
Atuando pelo Paraná Clube.Clique nas fotos abaixo para aumentar.
Gama: time campeão da série B em 1998
Matéria que o trata como um ídolo em Brasília.

Sendo orientado pelo técnico Levír Culpi







7 comentários:

  1. Anônimo00:26

    Parabéns Carlos pela reportagem.Realmente além de um grande professor, Esio é tb um excelente jogador. Pena q não teve a oportunidade de cedo enveredar pelos caminhos do futebol profissional, msm assim ainda foi destaque. Como sua fã incondicional e conhecedora de sua habilidade nesse esporte desde cedo (qdo se destacava nas peladas e nos jogos do Nacional), tive o prazer de vê-lo jogando em São Luís (Gama X MotoClub).

    ResponderExcluir
  2. Anônimo02:30

    Fantástica reportagem!!!

    Já tens o faro do bom jornalista!!!

    Fraterno abraço do,

    Borduna de Babaçu Bolchevique

    ResponderExcluir
  3. Anônimo09:00

    PCdoB: UMA LUTA DE TODOS NÓS.

    O SOCIALISMO COMO UTOPIA COTIDIANA...

    Fruto das lutas dos trabalhadores nasceu empunhando a bandeira do socialismo a qual soube irmanar com as jornadas pelos direitos do povo e pelo desenvolvimento soberano e democrático do Brasil. Este conteúdo de sua trajetória é o que explica sua longevidade e seu contínuo rejuvenescimento. É o que o faz um partido jovem sendo o mais antigo. Ao encaminhar-se para seus 90 anos é uma legenda que se expande. Alarga sua presença nas várias esferas da luta política, social e de idéias. Valoriza suas relações com a intelectualidade progressista, com o mundo da ciência e da cultura. O Partido tem um vínculo histórico com as aspirações progressistas e revolucionárias dos estudantes e da juventude, cujas lutas e bandeiras da União da Juventude Socialista (UJS) têm sido um canal de expressão. De igual modo, valoriza, com palavras e prática, a luta emancipacionista das mulheres.
    Para levar adiante este grande projeto transformador, movimenta-se para que sua essência revolucionária seja continuadamente reafirmada e avivada. Longo e difícil foi o caminho que percorreu até aqui. Enfrentou governos retrógrados e ditaduras que infestaram o período republicano. Toda vez que a democracia foi golpeada ele – com ela compromissado – foi o primeiro a ser atingido. Num país gigante de riquezas sempre cobiçado e saqueado pelas grandes potências, a defesa que realiza da soberania nacional atraiu o ódio dos entreguistas e do imperialismo. É um Partido que se forjou, portanto, combatendo ditaduras e defendendo a democracia e a liberdade!
    Hoje, o PCdoB bate-se por uma reforma política que amplie a democracia, ao mesmo tempo em que luta pela democratização da mídia. Enfrenta a renitência da direita que insiste em tentar criminalizar os movimentos sociais.
    No Maranhão ganhamos dimensão de poder real, pois o povo ainda sente atravessado na garganta o criminoso e violento resultado eleitoral de 2010. Mais, o conjunto oposicionista liderados por Flavio Dino, continuam se articulando pra libertar o estado desses laços de dependência feudal e oligarquizante.
    Escrever a história, resgatar a memória de seu acervo de realizações e lições, de sua galeria de heróis de homens e mulheres que deram sua vida pela causa do Brasil, da democracia e do socialismo, inspiram as gerações contemporâneas a seguir avante. Alimentam-nas de ânimo e entusiasmo para edificarem um partido forte, influente, massivo com bases militantes, capaz de forjar a aliança necessária e liderar as lutas para o triunfo de seu Programa Socialista.

    Prof. Adonilson Lima

    Dirigente Estadual PCdoB

    ResponderExcluir
  4. Essa é a nossa gente, nosso maior tesouro. Parabéns por divulgar esta bela história, exemplo de garra e superação.

    ResponderExcluir
  5. Abraço Fernando, vindo de alguém que valoriza tanto esse resgate histórico de nossos valores...

    ResponderExcluir
  6. Anônimo10:11

    GILSON CHAVES(GOIANIA,GO)

    este e meu professor do 3ano do ensino medio no CEMLAM, um cara de visao.professor de primeira . parabens pela homenagem

    ResponderExcluir

Fique à vontade e seja bem vindo ao debate!